Sexta-feira, 10 de Abril de 2020

 

Nosso problema não é somente o Coronavírus (COVID-19), a dengue também mata

 

 

 Imagem: CCOM

 

Apesar de a dengue ter perdido espaço na mídia para o coronavírus, o mosquito Aedes Aegypti não tirou férias. Um boletim epidemiológico do início de fevereiro do Ministério da Saúde aponta que o número de casos prováveis da doença para as primeiras cinco semanas do ano foi 19% superior aos notificados no mesmo período do de 2019. Em Salgueiro, nestes primeiros quatro meses do ano, a cidade registrou 281 casos notificados. Em outras palavras: os cuidados com a dengue não devem, de jeito nenhum, ser renegados a segundo plano.

Enquanto vigoram as medidas determinadas para evitar o contágio, a população precisa ficar com um olho no corona e outro no vírus da dengue, transmitida pelo Aedes aegypti. Nesse momento é muito importante redobrar os cuidados para conter também a proliferação do mosquito transmissor das arboviroses.

As atividades dos agentes de combate às endemias (ACE) estão mantidas e ocorrem diariamente, eles continuam a visitar os imóveis para controlar os criadouros do mosquito, fazer bloqueio e nebulizar os lugares onde tiveram casos notificados de dengue.

Uma das ações de controle é o bloqueio leve, no qual o Agente de Combate às Endemias realiza bloqueio nas ruas com casos notificados.

A ação que começou nessa última segunda (6) no bairro da Cohab e seguirá para o Imperador e Caravan, localidades com maior número de notificações.

É importante não se descuidar. A dengue pode matar. 

 

mais notícias